Treinamento microcirúrgico: sua importância para reversão de vasectomia

treinamento microcirúrgico

A reversão de vasectomia é feita por meio de uma técnica extremamente delicada e minuciosa, pois a área operada é muito pequena. Enquanto a vasectomia consiste no corte dos ductos deferentes, a reversão consiste em sua religação. Vamos entender a seguir quão delicado é esse processo. E, para realizá-lo, o urologista precisa de um extenso treinamento microcirúrgico.

O que são os ductos deferentes

Em palavras gerais, os testículos produzem os espermatozoides, posteriormente armazenados nos epidídimos, estruturas vizinhas aos testículos. Durante a estimulação sexual, os espermatozoides são transportados pelos ductos (ou canais) deferentes até a próstata, onde são misturados ao sêmen, que será ejaculado pela uretra. Assim, o objetivo da cirurgia de vasectomia é interromper a passagem dos espermatozoides pelos ductos deferentes, fazendo com que eles não cheguem até o sêmen.

Para isso, o cirurgião faz um corte nos dois ductos deferentes, e depois sutura as extremidades. A partir desse momento, os espermatozoides produzidos serão reabsorvidos pelo organismo, e o homem se tornará infértil. No entanto, tempos depois de ter feito essa cirurgia, muitos homens voltam a manifestar o desejo de ter filhos. Para esses homens, a reversão de vasectomia pode ser a solução.

Na reversão, o médico urologista irá religar os ductos interrompidos. E é aqui que o treinamento microcirúrgico se torna essencial: os canais deferentes têm uma espessura finíssima, medida em décimos de milímetros. E a cirurgia consistirá em religar as paredes dos canais, o que exige do médico precisão e excelência.

Por que treinamento microcirúrgico?

Para essa operação, utilizam-se fios muito finos. Os instrumentos cirúrgicos são todos igualmente muito precisos. Ao término do procedimento, os canais deferentes devem estar em perfeito alinhamento, sem dobras nem tensões. Por isso, os médicos com muitas horas de treinamento microcirúrgico são os que alcançam melhores resultados. Além disso, outros fatores influenciam no sucesso da reversão.

Um deles é a habilidade do cirurgião na cirurgia de reversão de vasectomia. Nessa ocasião, o ideal é que os ductos deferentes sejam manipulados com todo o cuidado e destreza, de forma a não lesioná-los. Afinal, se o homem desejar reverter a vasectomia, será importantíssimo que esses canais estejam íntegros.

A importância da escolha do profissional

Tanto para uma cirurgia quanto para a outra, é essencial que você escolha com atenção o seu urologista, pois o bom resultado da cirurgia e a qualidade da recuperação dependem disso, em grande parte. Além disso, é importante também escolher a técnica microcirúrgica que será utilizada.

Por se tratar de um procedimento muito mais minucioso, a reversão de vasectomia demora muito mais tempo. Enquanto a vasectomia demora de 15 a 20 minutos e é feita no consultório médico, a reversão leva de 1:30-2:30h, e exige internação de aproximadamente 12-24h.

Converse com o seu urologista sobre o seu treinamento microcirúrgico antes de realizar qualquer intervenção.

Categorias
Artigos mais recentes

AGENDE UMA CONSULTA

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá,
Podemos ajudar?