Cirurgia de colocação de pênis: como funciona e riscos

Médico se preparando para a cirurgia

A cirurgia de colocação de pênis, também conhecida como faloplastia, é um procedimento que envolve a criação de um pênis artificial em pacientes que nasceram sem um pênis totalmente formado ou que tiveram o pênis removido devido a uma doença ou trauma. Neste artigo, vamos discutir mais sobre a cirurgia de colocação de pênis, incluindo como o procedimento funciona, quais são os riscos e complicações, e o que esperar durante a recuperação.

Como funciona a cirurgia de colocação de pênis?

A cirurgia de colocação de pênis é um procedimento complexo e delicado que deve ser realizado por um cirurgião experiente e qualificado. Durante o procedimento, o cirurgião cria um pênis artificial a partir do tecido do próprio paciente ou de um doador. O tecido é moldado em um formato de pênis e, em seguida, implantado no corpo do paciente.

Dependendo do caso, o cirurgião pode implantar um dispositivo de ereção dentro do pênis artificial para permitir a ereção. O dispositivo de ereção é composto por duas hastes que são infladas com um líquido especial para criar uma ereção. O dispositivo é controlado por uma bomba que é implantada no escroto do paciente.

Quem é o candidato adequado para a cirurgia de colocação de pênis?

A cirurgia de colocação de pênis é adequada para pacientes que nasceram sem um pênis totalmente formado ou que tiveram o pênis removido devido a doença ou trauma. Também é adequada para pacientes que desejam melhorar sua aparência e autoestima.

Para ser considerado um candidato adequado para a cirurgia de colocação de pênis, o paciente deve estar em boa saúde física e mental. É importante que o paciente discuta seus objetivos e expectativas com o cirurgião antes de decidir pela cirurgia.

O que esperar durante a recuperação

A recuperação da cirurgia de colocação de pênis pode levar algumas semanas. O paciente pode sentir alguma dor ou desconforto durante a recuperação e pode precisar de analgésicos para aliviar os sintomas. É importante que o paciente siga as orientações do médico em relação à recuperação, incluindo atividades e exercícios físicos permitidos, tempo de repouso necessário e o momento adequado para voltar ao trabalho ou atividades diárias.

Normalmente, é recomendado que o paciente espere de 4 a 6 semanas antes de voltar às atividades físicas ou sexuais.

Quais são os riscos e complicações da cirurgia de colocação de pênis?

Como em qualquer cirurgia, a de colocação de pênis apresenta riscos e possíveis complicações. Alguns dos riscos incluem infecção, hemorragia, rejeição do implante, mau funcionamento do dispositivo de ereção e cicatrizes excessivas. É importante que o paciente discuta esses riscos com o cirurgião antes de decidir pela cirurgia.

Além disso, é essencial escolher um cirurgião experiente e qualificado para realizar o procedimento, já que a falta de habilidade pode ocasionar resultados insatisfatórios e complicações graves.

Conclusão

A cirurgia de colocação de pênis é um procedimento complexo que pode melhorar a aparência masculina e a autoestima em pacientes que nasceram sem um pênis totalmente formado ou que tiveram o pênis removido devido a doença ou trauma. No entanto, como em qualquer cirurgia, é importante discutir os riscos e benefícios com o cirurgião antes de decidir pelo procedimento. Além disso, é crucial seguir as instruções do médico durante o processo de recuperação para garantir o sucesso do procedimento e minimizar as possíveis complicações.

Categorias
Artigos mais recentes

AGENDE UMA CONSULTA

Abrir Chat
Precisa de ajuda?
Olá! Tudo Bem? Quero agendar uma consulta com o Dr. Tiago Mierzwa